Archive for the ‘Trip’ Category

h1

Bora?

28 de julho de 2014

Botou a mochila nas costas e tchau.

*Ilha de Cotijuba – Praias do Vai-quem-quer e Farol*

Companheirada na Ilha

Companheirada na Ilha

Bunda solar

Bunda solar

Charretes

Entre Charos e Charretes

No café

Café com Bernard

Disfarçado

Disfarçado de mim

Agregado

Agregado

larica tropical

larica tropical

Cada um com seu cada um

Não tá fácil

Recado dado

Recado dado

Parceiros

Parceria cotidiana

Quem gosta mais?

Quem gosta mais?

Cada um tem os amigos e o pôr-do-sol que lhe cabe. Até a próxima trip, compas!

Cada um tem os amigos e o pôr-do-sol que lhe cabe. Até a próxima trip, compas!

Anúncios
h1

Ai que vontade de andar de bike

27 de agosto de 2013

HOFMANN

[Adoro essa ilustração. Me divirto peso imaginando a viagem alucinante do Dr Albert Hofmann, voltando pra casa pedalando depois de uma gotinha de LSD em estado puro ter caído ~acidentalmente~ em seu braço durante uma das manipulações para a descoberta da substância. Agora me diz se ele tava loucaço sim ou com certeza 😛 ]

h1

Duas saudades

5 de fevereiro de 2013

Uruguay (172)

h1

Uma saudade

5 de fevereiro de 2013

DSC01862

h1

Bateu

14 de setembro de 2012

#cof cof cof

h1

Trip – Igarapé do Bituba, Benevides-Pa

10 de setembro de 2012

Como faz pra chegar? Pega qualquer ônibus de linha ou alternativo que vá para Benevides e desce no fim da linha (uma pracinha que fica dentro do município). De lá, pega-se um mototaxi que te deixa no igarapé. São três Km até lá e eles vão te cobrar de 3,50 a 4 reais por pessoa.

É muita missão pra chegar? Não. Na verdade, é bem facinho. Pegando um Benevides na Almirante barroso [fora da hora de pico no BRT], a viagem dura de 40 a 50 minutos. Chegando no fim da linha, na pracinha, tem mototaxi o tempo todo e essa época do ano a estrada está totalmente de boa. É bom combinar logo um horário de volta com o mototaxista, mas não precisa se neurar em ficar ilhado por lá: as tiazinhas que trabalham no bar que ali funciona são bem simpáticas e conhecem tudo ao redor.

Dica: Chegar no Bituba ainda pela manhã. A tarde, principalmente aos fins de semana, muita gente vai pro igarapé, aí ele continua ótimo, mas deixa de ser *tranquilão*, *transparente* e *geladíssimo*. A tarde, a vibe é beber gelada [cerpa geladinha a 3 reais] e se divertir com a guerra de playlists das aparelhagens móveis – um carro toca baile da sudade, o outro toca forró de plástico, o outro toca reggae e por aí vai.

Mas não é isso que vai de tirar dessa trip, né?

Porque quem tem preconceito com essas músicas simplesmente *não viaja pro interior do Pará* 😉

*___*

*peixe-boi way of life*

*Ninguém se intimida. No esquema farofônico do dia, frutas, bolinho de soja, arroz temperado, cremosinho, amendoim e, claro>>> FAROFA!*

*”Salvem os peixe-bois e meu cremosinho”, Drica says*

*Olho d’agua*

*fonte da juventude [ou dos malditos jovens do reggae, hehe]*

* Bituba nasce entre elas*

*Só malungo sangue bom*

*E no final, sempre ele*

Lúcio Flávio Pinto

A Agenda Amazônica de um jornalismo de combate

Grupo Ecosol

Grupo de Pesquisa em Economia Solidária

Das Lutas

Coletivo

[PONTO DE PAUTA] para o livre debate.

Destina-se a abordar criticamente acontecimentos relacionados à política, à economia e à cultura no Brasil, na Amazônia e no Pará em contraponto com a visão editorial conservadora dos chamados grandes órgãos de comunicação.

Ginecosofía

Sabiduría Ancestral de las Mujeres

CINE CCBEU

Em fase de treinamento.

Cine Líbero Luxardo

Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves

CINE OLYMPIA

Em fase de treinamento.

Centro Cultural SESC Boulevard

Em fase de treinamento.

BLOG DO BARATA

Em fase de treinamento.

Site da Enecos

Em fase de treinamento.

Xingu Vivo

Em fase de treinamento.

Hupomnemata

Em fase de treinamento.

Manuel Dutra

Em fase de treinamento.