h1

Brodagem

30 de maio de 2011

Ele vai pegar aquele avião e nos deixar aqui. A todos nós. Pai, mãe, um punhado de bons amigos, uma velha indecisão amorosa e eu. Enquanto treino pra ser heroína, ele será dotô. Mas não aqueles de branco, bonitos e endinheirados, sabe? Será dotô de gente das antigas, de papel velho, de fato passado. Sua missão é salvar a história da ciência do esquecimento, olha só que importante. É coisa de gente cool, que usa sandália de couro, cordão de sementes, tem a orelha alargada, cultiva um black power, gosta de boa música, toca bateria e tem tendências esquerdistas. Vou até dar um livro revolucionário pra ele levar dessa vez e ler no intervalo entre “A construção histórica do olfato”  e “Como o tango retratava a tuberculose na Argentina” (achei super maneiro saber que se pode ser dotô estudando esses negócios aí).

Antes do embarque vai ser aquele alvoroço: umas bebidas, os amigos de sempre, algumas piadas pra descontrair o pesar da separação e muito nó na garganta. Check-in, sala de embarque e lá vai o gordinho e seu chapéu panamá, perdendo-se na mutidão. Lá vai meu fala-fala da estrela. Lá vai meu companheiro de domingos de cultura popular nas praças da cidade, regados de vinho barato. Lá vai meu consultor para assuntos “Fucôtianos” (de Michel Foucault, vejam só como ele é safo). Lá vai meu acervo musical.  Lá vai o equilíbrio da família Machado.

Cristo Redentor, vê se fica de olho nesse menino, ele confia no senhor. Seu Oswaldo Cruz, arrume logo uma Bolsa pra ele, é ruim ser liso na terra de vocês. São Gonçalo, seja um lugar bom pra ele passar essa temporada, ok? Ponte Rio-Niterói, não engarrafe tanto assim ou o menino se atrasa na escola.  Gol linhas aéreas, melhore esse lanchinho de bordo, o rapaz foi criado no leite ninho na década de 80, tem lá suas exigências. Tam, você tem esquecido de colocar a região norte no seu mapa promocional, heim? Tô só te sacando. Circuito Banco do Brasil, promova shows, peças e exposições legais, ele curte isso de verdade e é cliente de vocês, embora vocês tenham bloqueado a conta dele, seus malvados.

Por aqui vai ficar tudo bem, vou ficar esperando aqueles links do youtube e lembrar de como tu ri das asneiras da internet.

Já é hora de dizer “falô, moleque, aquele abraço”.

Te cuida longe do ninho, irmão.

brodagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Lúcio Flávio Pinto

A Agenda Amazônica de um jornalismo de combate

Grupo Ecosol

Grupo de Pesquisa em Economia Solidária

Das Lutas

Coletivo

[PONTO DE PAUTA] para o livre debate.

Destina-se a abordar criticamente acontecimentos relacionados à política, à economia e à cultura no Brasil, na Amazônia e no Pará em contraponto com a visão editorial conservadora dos chamados grandes órgãos de comunicação.

Ginecosofía

Sabiduría Ancestral de las Mujeres

CINE CCBEU

Em fase de treinamento.

Cine Líbero Luxardo

Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves

CINE OLYMPIA

Em fase de treinamento.

Centro Cultural SESC Boulevard

Em fase de treinamento.

BLOG DO BARATA

Em fase de treinamento.

Site da Enecos

Em fase de treinamento.

Xingu Vivo

Em fase de treinamento.

Hupomnemata

Em fase de treinamento.

Manuel Dutra

Em fase de treinamento.

%d blogueiros gostam disto: